Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

São Paulo deseja adquirir 20 milhões de doses da Sputnik V, informa secretário

© Sputnik / Vladimir Trefilov / Abrir o banco de imagensSeringa e ampola com o logotipo da Sputnik V ao fundo
Seringa e ampola com o logotipo da Sputnik V ao fundo - Sputnik Brasil, 1920, 02.03.2021
Nos siga no
O governo de São Paulo anunciou nesta terça-feira (2) que pretende comprar 20 milhões de doses da vacina Sputnik V para incluir em seu programa de vacinação contra a COVID-19.

O secretário estadual da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, visitou nesta terça (2), com governadores, a fábrica da União Química em Brasília, representante do Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) no Brasil.

"A proposta é a aquisição de 20 milhões de doses para São Paulo. Precisamos muitas e todas as vacinas [serão destinadas] para a nossa população", disse Gorinchteyn, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo.

Depois da iniciativa de São Paulo, governadores da região Nordeste também entraram em contato com o RFPI para tentar adquirir doses do imunizante russo.

© Folhapress / Ettore Chiereguini/AgifO secretário de Saúde do Estado de São Paulo Jean Gorinchteyn durante entrevista coletiva.
São Paulo deseja adquirir 20 milhões de doses da Sputnik V, informa secretário - Sputnik Brasil, 1920, 02.03.2021
O secretário de Saúde do Estado de São Paulo Jean Gorinchteyn durante entrevista coletiva.

Na semana passada o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que os governos estaduais podem comprar vacinas diretamente de laboratórios caso o Ministério da Saúde não cumpra o Plano Nacional de Imunização (PNI).

A Sputnik V ainda não foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e, portanto, ainda não pode ser aplicada de forma emergencial no Brasil.

A vacina Sputnik V mostrou altos indicadores de eficácia, imunogenicidade e segurança durante a realização da terceira fase de testes. O imunizante assegura proteção de 100% para os casos moderados e graves da infecção pelo novo coronavírus.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала