- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Brasil passa de 231 mil mortes por COVID-19 e média de óbitos chega ao 17º dia acima de 1.000

© REUTERS / Bruno KellyTrabalhadores da saúde examinam raio X de mulher de 53 anos que morreu com sintomas da COVID-19 em Manaus, Brasil, 11 de janeiro de 2021
Trabalhadores da saúde examinam raio X de mulher de 53 anos que morreu com sintomas da COVID-19 em Manaus, Brasil, 11 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 06.02.2021
Nos siga noTelegram
Neste sábado (6), o Brasil registrou 942 mortes por COVID-19, chegando a um total de 231.069 óbitos causados pela doença.

Conforme os dados do consórcio dos veículos de imprensa, que compila informações das secretarias estaduais de Saúde, o Brasil chegou a uma média móvel diária de 1.014 óbitos.

Com o resultado, a média caiu 2% em relação a 14 dias atrás, mostrando tendência de estabilidade. A média de mortes por COVID-19 no Brasil está acima de 1.000 óbitos há 17 dias seguidos.

Já os casos confirmados neste sábado (6) foram 43.637, chegando a 9.492.725 diagnósticos de COVID-19 no Brasil, desde a chegada da pandemia ao país. Isso representa uma queda de 12% em relação às duas últimas semanas, apontando tendência de estabilidade.

A vacinação contra a doença no Brasil, iniciada em janeiro, segue acontecendo em todo o país. O consórcio de veículos de imprensa também aponta que a primeira dose da vacina contra a COVID-19 já foi aplicada em 3.551.611 pessoas, sendo que a segunda dose já foi aplicada em 20.277 brasileiros.

© REUTERS / Bruno KellyHomem recebe vacina de AstraZeneca/Oxford contra coronavírus em Manaus, Brasil, 29 de janeiro de 2020
Brasil passa de 231 mil mortes por COVID-19 e média de óbitos chega ao 17º dia acima de 1.000 - Sputnik Brasil, 1920, 06.02.2021
Homem recebe vacina de AstraZeneca/Oxford contra coronavírus em Manaus, Brasil, 29 de janeiro de 2020

Apesar do início da imunização, oito estados brasileiros registram tendência de alta na média de mortes diárias: Pará, Acre, Roraima, Paraná, Bahia, Ceará, Maranhão e Piauí.

Já as unidades federativas que registram tendência de estabilidade são: Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Amazonas, Rondônia, Tocantins, Alagoas, Paraíba, Pernambuco.

Os sete estados que mostram tendência de queda são: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Amapá, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, o Brasil é um dos países mais impactados pela pandemia da COVID-19, em números absolutos. O país fica atrás apenas dos Estados Unidos no total de mortes. Os EUA registram até agora quase 462 mil mortes causadas pela doença.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала