Carta enviada por sobrevivente do Holocausto chega ao destinatário após 75 anos (FOTOS)

© Foto / Pixabay / Free-PhotosCarta antiga (imagem referencial)
Carta antiga (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma carta enviada por um sobrevivente do extermínio nazista no campo de Sobibor foi descoberta pelo Museu da Resistência de Amsterdã 75 anos depois.

A carta data de 7 de maio de 1945 e foi escrita por Jules Schelvis para seu primo Karel Stroz, fornecendo a primeira evidência de um sobrevivente sobre existência do campo nazista de Sobibor. Esse campo tinha sido arrasado pelos nazistas após uma insurreição em 1943.

Na época, aproximadamente 180.000 prisioneiros judeus estiveram nesse campo nazista, onde 33.000 deles eram dos Países Baixos, segundo o portal Deutch News. 

Estes prisioneiros haviam sido levados ao campo de concentração na Polônia, onde apenas 18 neerlandeses sobreviveram.

Jules Schelvis, um destes sobreviventes, tinha 95 anos de idade quando morreu, em 2016. Em vida, Schelvis dedicou seu tempo para garantir que os fatos ocorridos no campo nazista não fossem esquecidos.

De acordo com o Museu da Resistência, a carta foi escrita por Schelvis quando ele estava no hospital de Vaihingen, próximo de Stuttgart, durante o final da guerra.

Na ocasião, Schelvis entregou a carta para outro sobrevivente, que estava retornando aos Países Baixos, contudo, por motivos desconhecidos, a carta nunca chegou a seu destino.

"Parecia uma cápsula do tempo, algo que você abre depois de estar fechado por tanto tempo [...] É algo que a família deveria ter recebido. Isso é muito especial, mas ao mesmo tempo pesado, por você ser a primeira pessoa a ler algo que não foi escrito para você", afirmou o pesquisador Jos Sinnema, do Museu da Resistência, que encontrou a carta ainda selada.

Por sua vez, posteriormente a carta foi entregue a Stroz, que vive em Amsterdã nos dias de hoje.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала