- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Doria critica governo federal e diz que vacinação contra a COVID-19 em SP começará em janeiro

© AP Photo / Eraldo PeresGovernador do estado de São Paulo, João Doria, durante coletiva de imprensa sobre a vacina chinesa CoronaVac, Brasília, 21 de outubro de 2020
Governador do estado de São Paulo, João Doria, durante coletiva de imprensa sobre a vacina chinesa CoronaVac, Brasília, 21 de outubro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nesta quinta-feira (3), o governado de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou durante coletiva de imprensa que a vacinação no estado começará em janeiro de 2021.

Conforme publicou o portal G1, o governador afirmou que a vacinação, a ser realizada com a CoronaVac, desenvolvida em parceria do Instituto Butantan com a farmacêutica chinesa Sinovac, terá um cronograma divulgado na segunda-feira (7).

A vacina, porém, segue na terceira fase de testes e a eficácia ainda precisa ser comprovada para a liberação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo o governo paulista, o relatório final com os resultados dos testes será enviado ao órgão sanitário ainda em dezembro. Mais cedo, o diretor o Instituto Butantan, Dimas Covas, também afirmou que a vacina poderia estar disponível a partir de janeiro.

© Folhapress / Willian MoreiraO governador de São Paulo, João Dória, esteve presente, nesta quinta-feira, 3, ao aeroporto de Guarulhos (SP), quando chegaram ao Brasil, 600 litros da vacina CoronaVac
Doria critica governo federal e diz que vacinação contra a COVID-19 em SP começará em janeiro - Sputnik Brasil
O governador de São Paulo, João Dória, esteve presente, nesta quinta-feira, 3, ao aeroporto de Guarulhos (SP), quando chegaram ao Brasil, 600 litros da vacina CoronaVac

Na declaração, Doria criticou o cronograma do governo federal que aponta o início da vacinação no mês de março. O governador afirmou que os protocolos da Anvisa serão cumpridos e que São Paulo não vai aguardar até março. A CoronaVac ainda não foi incluída no plano de imunização do Ministério da Saúde.

Doria garantiu ainda que a vacinação em São Paulo será realizada mesmo sem investimento do governo federal e que o cronograma a ser apresentado na segunda-feira (7) será completo e incluirá setores que serão priorizados na imunização, além de processos de logística.

São Paulo é o estado mais atingido pela pandemia no Brasil. Segundo os dados do Ministério da Saúde, o estado registra um total de 1.259.704 casos de COVID-19 e 42.456 mortes causadas pela doença. No país inteiro, mais de 6,4 milhões de casos foram confirmados, enquanto as mortes se aproximam de 175 mil.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала