Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Kremlin: acordo não prevê participação da Turquia no controle de cessar-fogo em Nagorno-Karabakh

© Sputnik / Vitaly Ankov / Abrir o banco de imagensSoldados das Tropas Aerotransportadas da Rússia entrando na aeronave de transporte militar IL-76 durante exercícios táticos na região russa de Primorie
Soldados das Tropas Aerotransportadas da Rússia entrando na aeronave de transporte militar IL-76 durante exercícios táticos na região russa de Primorie - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Kremlin afirmou que, no texto da declaração dos presidentes da Rússia, Armênia e Azerbaijão, não há qualquer referência à participação turca na missão de paz em Nagorno-Karabakh.

Segundo o texto oficial do acordo de cessar-fogo em Nagorno-Karabakh, publicado no site oficial do Kremlin, a Turquia não participa nem do controle da trégua na região, nem da missão da paz.

Na manhã desta terça-feira (10), Mane Gevorgyan, secretária de imprensa do primeiro-ministro da Armênia, também afirmou que a declaração do presidente do Azerbaijão, Ilham Aliev, sobre a participação de militares turcos na missão de paz em Nagorno-Karabakh não corresponde à realidade.

"A declaração do presidente do Azerbaijão de que a missão de paz em Nagorno-Karabakh contará com a participação de militares turcos não corresponde à realidade", afirmou Gevorgyan.

Anteriormente, o presidente do Azerbaijão, Ilham Aliev, declarou que militares turcos e russos seriam destacados para um centro de manutenção da paz em Nagorno-Karabakh.

Ancara quer participar

O ministro das Relações Exteriores da Turquia informou que Ancara vai colaborar no controle do cessar-fogo em Nagorno-Karabakh.

De acordo com o ministério azeri, Aliev e Erdogan discutiram por telefone a criação de um centro turco-russo de manutenção da paz para monitorar o cessar-fogo em Karabakh.

"Aliev e Erdogan mantiveram um contato telefônico. Durante a conversa as partes apreciaram altamente o estabelecimento de um centro turco-russo de manutenção da paz para o monitoramento do cessar-fogo e expressaram confiança de que o centro contribuirá para garantir a paz duradoura na região", dizia o comunicado do Azerbaijão.

Nesta segunda-feira (9), o primeiro-ministro da Armênia, Nikol Pashinyan, declarou que foi assinado com a Rússia e o Azerbaijão um acordo de paz em Nagorno-Karabakh.

O primeiro-ministro acrescentou que a decisão foi tomada como resultado de uma profunda análise da situação militar na região.

Posteriormente, o anúncio foi confirmado pelo porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, que informou sobre o acordo de um cessar-fogo completo e o fim de todas as hostilidades na zona do conflito de Nagorno-Karabakh.

A Armênia e o Azerbaijão têm protagonizado um conflito armado em Nagorno-Karabakh desde 27 de setembro, quando se acirrou o conflito armado entre os países na região.

Os lados se acusam mutuamente sobre o início das operações militares em 27 de setembro. Desde então, houve pelo menos três tentativas de cessar-fogo que fracassaram.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала