Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

EUA aprovam terapia de emergência para COVID-19 da farmacêutica Eli Lilly

© REUTERS / Mike BlakePrédio da companhia de medicamentos Eli Lilly
Prédio da companhia de medicamentos Eli Lilly - Sputnik Brasil
Nos siga no
O tratamento poderá beneficiar pacientes com quadro leve a moderado de infecção por coronavírus, assim como pacientes maiores de 65 anos não hospitalizados ou portadores de doenças crônicas.

A Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA, na sigla em inglês) autorizou nesta segunda-feira (9) o uso sob emergência do tratamento experimental de anticorpos contra a COVID-19 produzido pela farmacêutica Eli Lilly, informa a agência Reuters.

Esta terapia de anticorpos monoclonais será utilizada para tratar casos leves do coronavírus e está especialmente destinada para pacientes maiores de 65 anos, que não se encontrem hospitalizados ou que sofram certos problemas médicos crônicos.

A FDA assegurou que os testes clínicos mostraram que seu tratamento chamado Bamlanivimab reduziu a necessidade de hospitalização ou visitas a salas de emergência em pacientes que apresentam um alto risco de evolução da doença.

O tratamento também poderá ser aplicado em pacientes adultos com COVID-19 de leve a moderada e crianças maiores de 12 anos. No entanto, não poderá ser usado em pessoas hospitalizadas por complicações da infecção ou que requerem terapia de oxigênio.

© REUTERS / PASCAL ROSSIGNOLEnfermeira de máscara e macacão de proteção na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde pacientes com coronavírus (COVID-19) são tratados no Hospital Victor Provo, Roubaix, França, 6 de novembro de 2020
EUA aprovam terapia de emergência para COVID-19 da farmacêutica Eli Lilly - Sputnik Brasil
Enfermeira de máscara e macacão de proteção na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde pacientes com coronavírus (COVID-19) são tratados no Hospital Victor Provo, Roubaix, França, 6 de novembro de 2020

Recentemente funcionários do governo dos EUA deram por finalizado um estudo sobre um tratamento com anticorpos da companhia Eli Lilly para pessoas hospitalizadas com COVID-19, uma vez que não foram encontradas evidências de que os mesmos melhorassem a condição de pacientes em estado grave.

A Eli Lilly espera fornecer até um milhão de doses da terapia de anticorpos no quarto trimestre deste ano, e já disponibilizou 100 mil doses em outubro. Chegou a um acordo de US$ 1.250 (R$ 6,732 mil) por dose com o governo norte-americano e planeja vender o preparado a outros países.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала