Venezuela tem direito de comprar armas de quem quiser, inclusive dos EUA, diz Maduro (VÍDEO)

© Sputnik / Yevgeny BiyatovPresidente venezuelano, Nicolás Maduro durante reunião com presidente russo, Vladimir Putin
Presidente venezuelano, Nicolás Maduro durante reunião com presidente russo, Vladimir Putin - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nesta quarta-feira (28), o presidente da Venezuela afirmou que seu país tem liberdade para adquirir armamentos de qualquer país, citando nações como Rússia, China, Irã e Índia.

Durante conversa com repórteres, o presidente venezuelano incluiu, inclusive, os Estados Unidos na lista de possíveis vendedores de armas para a Venezuela, apesar da pressão de Washington contra seu governo.

"A Venezuela pode comprar balas, armamentos, tanques, aviões e mísseis de um país que queira vendê-los, sejam Estados Unidos, Colômbia, Irã, Rússia, China, Índia - qualquer país", disse Maduro.

Ao vivo: coletiva de imprensa com meios de comunicação internacionais​ para seguir em defesa da verdade do povo venezuelano.

Durante a entrevista coletiva, transmitida em redes sociais, o presidente venezuelano também foi novamente convidado a comentar as palavras do presidente colombiano Iván Duque, que afirmou que a Venezuela comprou mísseis do Irã.

Maduro enfatizou que a Venezuela e o Irã têm um relacionamento de longo prazo em muitos setores e desmentiu Duque, acrescentando que apesar de seu país não ter comprado mísseis do Irã, a ideia não seria ruim.

"Duque disse que a Venezuela havia comprado mísseis do Irã. E eu respondi que isso não era verdade, mas me pareceu uma ideia muito boa", disse ele, acrescentando que, se necessário, a Venezuela consideraria tal questão.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала