COVID-19: Espanha declara estado de alerta no país e premiê pede que Congresso o prorrogue até maio

© AP Photo / Emilio MorenattiPassageiros usam máscaras para se proteger do novo coronavírus em uma estação de metrô de Barcelona, na Espanha.
Passageiros usam máscaras para se proteger do novo coronavírus em uma estação de metrô de Barcelona, na Espanha. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Novo decreto do governo da Espanha estabelece confinamento noturno das 11 da noite até às seis da manhã em todo país.

Neste domingo (25), o Conselho de Ministros extraordinário da Espanha aprovou novo estado de alerta e toque de recolher em todo o país por 15 dias, ainda que a intenção seja, caso haja apoio do Congresso, que se estenda pelos próximos seis meses, diz o El País.

O texto estipula o toque de recolher obrigatório em todo o território espanhol, além da restrição de reuniões sociais com mais de seis pessoas. As regiões autônomas da Espanha, entre elas a Catalunha e o País Basco, vão poder adiantar ou atrasar em uma hora o confinamento noturno.

© AFP 2022 / Jose JordanBandeiras da Espanha em homenagem às vítimas do coronavírus
COVID-19: Espanha declara estado de alerta no país e premiê pede que Congresso o prorrogue até maio - Sputnik Brasil
Bandeiras da Espanha em homenagem às vítimas do coronavírus

As divisões administrativas do país , encarregadas da aplicação do estado de alerta, vão poder também restringir a entrada e saída em seus territórios.

"Toda Europa já está tomando medidas para limitar a mobilidade", salientou o presidente espanhol, Pedro Sánchez. "Temos um grande caminho a percorrer, vamos ter que fazer um grande exercício de resistência".

"O estado de alerta é a ferramenta constitucional para situações extremas, e a situação que vivemos é extrema", explicou Sanchez.

A Espanha retoma o estado de alerta sete meses após o Conselhos de Ministros ter decretado uma medida similar para controlar a primeira onda da pandemia de COVID-19.

Segundo dados da Universidade Johns Hopkins (EUA), a Espanha já conta com mais de 1.040.000 casos, colocando o país na segunda posição, logo após a França com 1.130.000, de infecções comprovadas no continente europeu.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала