'Made in USA': novo plano de Defesa da Noruega gera onda de críticas

© AFP 2022 / Kyrre LienSoldada norueguesa em cima do veículo de combate CV90
Soldada norueguesa em cima do veículo de combate CV90 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A versão revisada do plano de Defesa a longo prazo da Noruega tem sido amplamente criticada por ser considerada frágil e destinada a agradar aos EUA.

Segundo o plano apresentado pelo ministro da Defesa Frank Bakke-Jensen, o governo vai disponibilizar 8,3 bilhões de coroas norueguesas (cerca de R$ 5 bilhões) a mais para as Forças Armadas até 2021 e 16,5 bilhões de coroas (cerca de R$ 10 bilhões) a mais até 2028.

"O governo trabalha com o propósito de fortalecer tanto a previdência social quanto a segurança nacional. Queremos criar uma Noruega mais segura. A Noruega deve estar preparada para lidar com crises, incidentes graves e ameaças", disse o ministro, citado pelo canal NRK.

Um dos pontos principais do plano é transformar a Brigada do Norte em uma unidade mecanizada, contando com quatro batalhões.

"O fortalecimento da Brigada do Norte aumenta a capacidade das Forças Armadas de impedir ou retardar um oponente de assumir o controle do território norueguês até que as forças aliadas cheguem. Isto também nos vai permitir aumentar os esforços da Noruega na iniciativa de contingência da OTAN", explicou Bakke-Jensen.

Contudo, apesar dos altos gastos, o planejamento foi criticado por militares, políticos locais e a oposição no Parlamento.

CC BY-SA 2.0 / Defence Images / 539º Esquadrão de Ataque realiza manobra em praiaUm soldado da OTAN durante manobras militares na Noruega
'Made in USA': novo plano de Defesa da Noruega gera onda de críticas - Sputnik Brasil
Um soldado da OTAN durante manobras militares na Noruega

Torbjorn Bongo, líder sindical da Associação de Especialistas Militares e Oficiais da Noruega (NOF, na sigla em inglês), expressou seu descontentamento com o plano, o considerado "muito fraco".

"A maior preocupação da NOF é o fortalecimento bastante inadequado dos efetivos, um muito lento e muito pouco fortalecimento do Exército, cortes de eficiência irrealistas, privatizações escondidas na cooperação estratégica e nenhuma medida de aumento de incentivo para que os contingentes queiram permanecer nas Forças Armadas. Arriscamos enfraquecer nossa defesa nos próximos dez anos", disse Bongo.

De acordo com o político Toralf Heimdal, prefeito da cidade de Bardu, o aumento de pessoal e a compra de novos equipamentos são muito lentos.

"Eu raramente vi tanto ar quente em um balão tão pequeno como esse plano", comentou Heimdal ao canal, sugerindo que a Noruega "está brincando com os requisitos da OTAN".

© AP Photo / Virginia MayoPorta-voz da OTAN e ex-primeiro ministro da Noruega, Jens Stoltenberg
'Made in USA': novo plano de Defesa da Noruega gera onda de críticas - Sputnik Brasil
Porta-voz da OTAN e ex-primeiro ministro da Noruega, Jens Stoltenberg

Já o líder partidário Bjornar Moxnes argumenta que o plano a longo prazo representa mais lealdade aos Estados Unidos, arriscando envolver o país europeu em uma batalha entre grandes potências.

"Este plano de defesa parece ser 'feito nos EUA' e corresponde mais à Corporação Rand do que aos interesses de segurança noruegueses", disse Moxnes ao canal NRK.

"Este é um plano americano a longo prazo para envolver a Noruega mais profundamente na cada vez mais perigosa rivalidade entre os Estados Unidos e a Rússia. A Noruega tem tudo a perder ao deixar os Estados Unidos travar este conflito em solo norueguês", completou Moxnes.

As Forças Armadas da Noruega contam em tempos de paz com 23.250 efetivos, incluindo militares e especialistas civis, e mais de 63.000 no total com o pessoal militar, conscritos e pessoal da Guarda Nacional da Noruega em mobilização completa.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала