Armênia apela ao Tribunal Europeu de Direitos Humanos em meio à crise em Nagorno-Karabakh

© AFP 2022 / PATRICK HERTZOG Sala de audiência do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, em Estrasburgo, França
Sala de audiência do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, em Estrasburgo, França - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Armênia apresentou um pedido ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (ECHR, na sigla em inglês) para forçar o Azerbaijão a suspender as operações militares contra civis em Nagorno-Karabakh, disse o representante do país no tribunal neste domingo (27).

A medida vem após, na manhã deste domingo (27), um conflito ter deixado mortos e feridos na região de Nagorno-Karabakh, também referida como República de facto de Artsakh, uma área autônoma entre a Armênia e o Azerbaijão.

A República da Armênia apresentou um pedido ao Tribunal Europeu de Direitos Humanos para aplicação de medida provisória sob a Regra 39 para cessar os ataques militares contra os assentamentos civis ao longo de toda a linha de contato das Forças Armadas da Armênia e Artsakh. Chega de ataques indiscriminados contra a população civil, objetos e assentamentos

A região de Nagorno-Karabakh tem maioria armênia e proclamou independência em 1991 da então República Soviética do Azerbaijão.

© Sputnik / Ministério da Defesa da ArmêniaFrame de um vídeo do Ministério da Defesa da Armênia na região de Nagorno-Karabakh, entre a Armênia e o Azerbaijão, onde um conflito militar irrompeu deixando mortos e feridos, em dia 27 de setembro de 2020.
Armênia apela ao Tribunal Europeu de Direitos Humanos em meio à crise em Nagorno-Karabakh - Sputnik Brasil
Frame de um vídeo do Ministério da Defesa da Armênia na região de Nagorno-Karabakh, entre a Armênia e o Azerbaijão, onde um conflito militar irrompeu deixando mortos e feridos, em dia 27 de setembro de 2020.

Mais cedo, o Ministério da Defesa da Armênia afirmou que o conflito deixou 16 mortos e mais de 100 feridos do lado armênio, e que pelo menos 15 tanques e dez blindados azeris teriam sido destruídos. Tanto o Azerbaijão quanto a Armênia decretaram lei marcial em diversas regiões.

A Rússia e a OTAN pediram pelo cessar dos conflitos na região, enquanto a Turquia declarou apoio ao Azerbaijão.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала