EUA enviam blindados e intensificam patrulhas aéreas na zona petrolífera da Síria (FOTO)

Nos siga noTelegram
De acordo com o Exército norte-americano, a medida visa garantir a segurança das forças da coalizão.

O Pentágono enviou diversos blindados, sistema de radar e tropas adicionais à Síria, reforçando a presença militar norte-americana no nordeste do país, supostamente para lutar contra o grupo terrorista Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em muitos outros países).

"O posicionamento de veículos blindados M2A2 Bradley no nordeste da Síria garantirá proteção à nossa missão contra o Daesh", indicou o porta-voz da operação da coalizão Resolução Inerente, Wayne Marotto.

​A coalizão segue apoiando nossos aliados a combater o Daesh. O posicionamento dos M2A2 Bradley no nordeste da Síria fornece força de proteção para apoiar a continuação da missão de combate ao Daesh.

Segundo informações, o reforço incluirá meia dúzia de veículos Bradley e aproximadamente 100 soldados, embora não esteja claro onde operarão na Síria.

A coalizão advertiu que o grupo terrorista está debilitado, porém pode se recuperar.

​Veículos de combate M2A2 Bradley chegaram ao nordeste da Síria. Os Bradley garantirão uma força de proteção contínua dos parceiros da coalizão na missão em curso contra o Daesh.

Por sua vez, o presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou que os EUA poderiam chegar a um acordo sobre o petróleo sírio com os curdos locais e retirar as tropas que guardam as reservas de petróleo.

"Tomaremos uma decisão. Provavelmente, estaremos tratando com os curdos sobre o petróleo. Veremos onde tudo termina e sairemos" do país, afirmou Trump durante uma coletiva de imprensa na Casa Branca.

As tropas norte-americanas, juntamente com as Forças Democráticas da Síria (FDS), mantêm o controle sobre uma parte do nordeste da Síria, concentrando-se ao redor dos poços de petróleo e gás da região.

O governo sírio denunciou a presença norte-americana como uma violação de sua soberania e uma tentativa ilegal de se apoderar dos recursos naturais do país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала