Estatuetas de argila de 3.500 anos são descobertas na Polônia

Nos siga noTelegram
Uma equipe polonesa de arqueólogos encontrou durante uma escavação no sul do país duas figuras de argila em forma de porco, de idade superior a 3.500 anos.

A equipe destaca que, apesar de medirem poucos centímetros, o nível de detalhe das figuras é muito alto e que algumas características anatômicas, como os mamilos, foram feitas cuidadosamente, segundo um comunicado do Ministério da Ciência e Educação Superior da Polônia.

"Não tem discussão sobre que tipo de animal é [...]. Vale ressaltar que os porcos daquela época eram mais parecidos com os javalis do que os porcos modernos", disse Marcin S. Przybyla, líder da pesquisa.

Przybyla comentou que a função exata das figuras encontradas ainda é desconhecida, embora indique que, geralmente, este tipo de elementos arqueológicos era brinquedos ou objetos infantis relacionados com os cultos.

A descoberta ocorreu no interior de uma casa de um assentamento fortificado datado da Idade do Bronze, o qual é o único exemplo de estrutura monumental de pedra construída nessa época em toda a Europa Central e Oriental, quando a maioria das construções nessas regiões eram feitas em madeira, um material menos duradouro.

As fortificações em torno do assentamento são cerca de 2.500 anos mais antigas que os monumentos da arquitetura românica e constituem "o exemplo mais antigo de um muro de pedra na história da construção na Polônia", afirmou o arqueólogo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала