Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Mistério por trás da morte de 4 milhões de abelhas em 2 dias na Itália

© Sputnik / Igor Ageyenko / Abrir o banco de imagensAbelhas no colmeal na região de Amur, Rússia
Abelhas no colmeal na região de Amur, Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga no
Em um estranho fenômeno, quatro milhões de abelhas morreram em dois dias na Itália por um motivo ainda desconhecido.

A morte das abelhas ocorreu em um território de seis quilômetros, entre as cidades de Brescia e Cremona, na Itália. Porém, a causa da morte de milhares de insetos em 7 e 8 de agosto permanece desconhecida.

Edoardo Mombelli, um apicultor da área, descreve o fenômeno como "inexplicável". "Em minha experiência como apicultor, nunca presenciei um evento tão violento e massivo, verdadeiramente inexplicável mesmo para meus colegas apicultores na área", conforme cita o tabloide Express.

O Corpo Florestal italiano iniciou uma investigação. Exemplares de abelhas e mel foram coletados para análises, a fim de esclarecer o que aconteceu.

© Foto / Brendan McDermidUm enxame de abelhas atacou uma barraca de cachorro-quente em Nova York, 28 de agosto
Mistério por trás da morte de 4 milhões de abelhas em 2 dias na Itália - Sputnik Brasil
Um enxame de abelhas atacou uma barraca de cachorro-quente em Nova York, 28 de agosto
"É difícil compreender as causas deste fenômeno repentino e letal. [...] Enquanto isso, o desânimo e a preocupação continuam por causa de um ano difícil, devido às mudanças climáticas e ao confinamento", avaliou a organização de fazendeiros Coldiretti.

Na região, a apicultura tem uma grande importância para a economia local. O fenômeno acompanha outras misteriosas mortes em massa de insetos ocorridas na Itália ao longo dos últimos anos.

As abelhas são importantes, pois polinizam cerca de um terço dos alimentos que comemos.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала