Irã executa acusado de informar para CIA paradeiro do general Soleimani

© AP Photo / Vahid SalemiPedestre passa por cartazes em homenagem ao general Qassem Soleimani, assassinado em operação dos EUA, em janeiro de 2020
Pedestre passa por cartazes em homenagem ao general Qassem Soleimani, assassinado em operação dos EUA, em janeiro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O acusado de passar à agência de inteligência dos EUA o paradeiro do general Qassem Soleimani, foi executado no Irã.

Mahmoud Mousavi-Majd, que também foi acusado de trabalhar a favor da inteligência israelense Mossad, foi executado nesta segunda-feira (20), comunicou a agência Tasnim.

O caso contra o convicto se iniciou antes da morte de Soleimani e não teve relação com a operação dos EUA contra o militar iraniano.

Em 3 de janeiro deste ano, tropas norte-americanas mataram o general em um ataque aéreo no Iraque.

Em represália, o Exército iraniano bombardeou duas bases dos EUA no Iraque causando mais de uma centena de soldados feridos, algo que o Pentágono inicialmente negou.

Na nação persa, a Justiça iraniana abriu um processo contra 36 militares e políticos dos EUA e de outros países, entre eles o presidente norte-americano, Donald Trump, pelo assassinato do general Soleimani.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала