Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Força Aérea britânica aciona caças Typhoon para interceptar aviões russos Tu-142 (FOTOS)

© Sputnik / Mikhail Klimentiev / Abrir o banco de imagensAvião antissubmarino Tu-142
Avião antissubmarino Tu-142 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Três aviões antissubmarino russos Tu-142 realizaram um voo rotineiro sobre águas neutras dos mares da Noruega e de Barents e do nordeste do Atlântico, informou o serviço de imprensa da Frota do Norte da Rússia.

"Em 3 de julho de 2020, três aviões antissubmarino Tu-142 da Frota do Norte efetuaram um voo programado sobre águas neutras dos mares da Noruega e de Barents e do nordeste do Atlântico", lê-se no comunicado.

Durante o voo, que durou mais de 12 horas, as aeronaves percorreram uma distância de 7.000 quilômetros.

Caças Typhoon da Força Aérea Real britânica (RAF, na sigla em inglês), decolaram da base aérea de Lossiemouth, na Escócia, para acompanhar os aviões russos. No entanto, de acordo com a entidade militar britânica, as aeronaves Tu-142 não entraram na área de informação de voo situada ao norte da costa da Escócia, por isso "não foi necessário interceptá-los".

​Após sua chegada ao aeródromo Brize Northon o VIP Voyager realizou sua primeira operação. Ele apoiou caças Typhoon da base aérea de Lossiemouth acionados em Alerta de Reação Rápida em resposta a aeronaves russas se aproximando do espaço aéreo do Reino Unido.

Além disso, em algumas partes do trajeto os Tu-142 foram acompanhados por caças F-16 e F-35 da Força Aérea da Noruega.

O Ministério da Defesa russo tem reiteradamente afirmado que os voos das aeronaves russas decorrem em estrita conformidade com as normas internacionais de uso do espaço aéreo, sem violar as fronteiras de quaisquer Estados.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала