Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Vem à tona VÍDEO de combate com aviões rebeldes na Venezuela em 1992

© REUTERS / Marco Bello TPXUm avião de combate Sukhoi Su-30MKV da Força Aérea Venezuelana sobrevoa uma bandeira venezuelana.
Um avião de combate Sukhoi Su-30MKV da Força Aérea Venezuelana sobrevoa uma bandeira venezuelana. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O vídeo de um enfrentamento entre um caça F-16 Fighting Falcon e um avião de ataque ao solo ligeiro Rockwell OV-10 Bronco, ambos da Força Aérea da Venezuela, em 1992 veio à tona nas redes sociais.

Nessa época, os partidários de Hugo Chávez, que se encontrava na prisão, tentaram tomar o controle da base aérea El Libertador e liberar seu líder. Os militares rebeldes pilotaram os OV-10 Bronco e os aviões de treinamento AT-27, enquanto caças F-16 foram enviados para interceptá-los.

Armados com potentes canhões de 20 milímetros M61A1 Vulcan, os caças de produção norte-americana puderam cumprir sua missão facilmente sem necessidade de recorrer aos mísseis ar-ar, já que o desempenho dos aviões de ataque ao solo é inferior ao dos F-16.

Por este motivo, não importava quantas manobras fossem realizadas pelo Bronco: nenhuma delas teve qualquer efeito. Em meio a chamas a aeronave sofreu uma explosão.

No total, os caças F-16 derrubaram duas aeronaves OV-10 e um avião AT-27 durante a operação. Os dois outros aviões foram destruídos por sistemas de defesa antiaérea. Portanto, a tentativa de tomar a base aérea El Libertador fracassou.

Apesar das modernas aeronaves adquiridas da Rússia, a Força Aérea da Venezuela continua usando os modelos envolvidos no combate de 1992.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала