Parlamento boliviano convoca Jeanine Áñez após escândalo de corrupção

© AP Photo / Juan KaritaPresidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, participa de cerimônia de posse de seu novo ministro da Saúde
Presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, participa de cerimônia de posse de seu novo ministro da Saúde - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, e a ministra das Relações Exteriores do país, Karen Longaric, foram intimadas a prestar depoimentos pela comissão do parlamento boliviano que investiga crimes de corrupção durante a compra estatal de ventiladores espanhóis.

O escândalo eclodiu na semana passada, quando profissionais de saúde no país denunciaram que ventiladores adquiridos pelo governo através de uma empresa espanhola eram de baixa qualidade e não correspondiam aos padrões da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo as denúncias, o governo teria gastado mais de US$ 27 mil (cerca de R$ 142 mil) em cada um dos 170 dispositivos, enquanto havia produtores domésticos que anteriormente se ofereceram para fornecer ventiladores por US$ 1.000 (R$ 5.270).

"Esta investigação convocará Jeanine Áñez, Longaric e outros funcionários envolvidos nessa compra que se tornou um roubo dos bolsos de todo o povo boliviano", disse o legislador Édgar Montaño a repórteres.

Segundo o parlamentar, Áñez deve reconhecer que sabia dos detalhes do acordo, que ela mesma havia encomendado, enquanto Longaric deve explicar por que nenhuma ação foi tomada depois que o cônsul boliviano em Barcelona enviou um relatório com os detalhes do contrato.

Na quarta-feira (20), o ministro da Saúde da Bolívia, Marcelo Navajas, foi preso e demitido do cargo por suspeita de envolvimento no escândalo de corrupção.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала