- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Lula defende impeachment de Bolsonaro e diz que não pretende concorrer às eleições de 2022

© Folhapress / Marlene BergamoEx-presidente Lula concede entrevista exclusiva à Folha e ao jornal El País, na sede da Polícia Federal, em Curitiba (PR), onde o petista está preso
Ex-presidente Lula concede entrevista exclusiva à Folha e ao jornal El País, na sede da Polícia Federal, em Curitiba (PR), onde o petista está preso - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva declarou nesta terça-feira (19) que não tem pretensões de concorrer às eleições presidenciais de 2022, mas afirmou que pretende participar da articulação política para viabilizar um candidato de oposição.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em entrevista ao jornalista Mino Carta, da Carta Capital, declarou que o presidente Jair Bolsonaro comete crime de responsabilidade por desrespeitar a ciência e fazer campanha contra a prevenção à disseminação do coronavírus.

​"É insuportável você ter um homem que a ignorância chega a tal ponto que ele não cuida da pandemia, não cuida da economia, não cuida da educação, de nada", afirmou o ex-presidente Lula.

"O Bolsonaro poderia ter chegado e dito pras pessoas: ‘Olha, eu não tenho a solução, não tenho a vacina. Mas vamos ter cuidado, nos cuidar, conversar pra preservar os empregos'. Era o que esperava de um chefe de Estado preocupado com 210 milhões de pessoas", acrescentou o ex-presidente.

De acordo com ele, "o povo tem que criar as condições objetivas de votar o impeachment e esse país voltar a escolher um presidente da República".

"Se não fosse o coronavírus, eu já estaria na rua gritando 'fora Bolsonaro'", completou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала