Seul discorda da especulação de que Kim Jong-un tenha sido operado, comunica mídia

© REUTERS / KCNALíder norte-coreano Kim Jong-un assiste à conclusão de uma fábrica de fertilizantes, em uma região a norte da capital, Pyongyang, em 2 de maio de 2020
Líder norte-coreano Kim Jong-un assiste à conclusão de uma fábrica de fertilizantes, em uma região a norte da capital, Pyongyang, em 2 de maio de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Coreia do Sul não tem provas de que o líder norte-coreano Kim Jong-un tenha sido submetido a uma cirurgia cardíaca, conforme sugere a imprensa, informou alto funcionário da Presidência sul-coreana.

Segundo ele, o presidente do país vizinho não teria sido operado.

"Houve relatos especulativos de que o líder Kim foi operado, com base em alguma diferença no seu modo de andar […] Temos razões para crer que não houve cirurgia, mas não podemos revelar tais detalhes", disse a fonte à agência estatal de notícias sul-coreana, Yonhap.

No sábado (2), a agência informou que Kim tinha feito a sua primeira aparição pública em 20 dias, aparentemente mostrando boa saúde e bom humor, negando as especulações anteriores.

Ausência de semanas

O líder foi visto inspecionando uma fábrica de fertilizantes fosfáticos na cidade de Sunchon, ao norte de Pyongyang, após uma ausência de várias semanas.

Relatos não confirmados de que Kim sofreria de problemas de saúde aumentaram após ele não ter comparecido publicamente a vários eventos importantes na Coreia do Norte durante a maior parte do mês de abril, incluindo a cerimônia que marcou o aniversário de seu falecido avô e fundador do país, Kim Il-sung.

© REUTERS / Heo RanSul-coreanos assistem a uma reportagem televisiva sobre o líder norte-coreano Kim Jong-un em Seul, na Coreia do Sul, 21 de abril de 2020
Seul discorda da especulação de que Kim Jong-un tenha sido operado, comunica mídia - Sputnik Brasil
Sul-coreanos assistem a uma reportagem televisiva sobre o líder norte-coreano Kim Jong-un em Seul, na Coreia do Sul, 21 de abril de 2020

O jornal sul-coreano Daily NK informou que Kim, de 36 anos, estava em tratamento após uma cirurgia relacionada ao coração. Após relatos da mídia sobre a cirurgia de Kim, alguns mídias informaram sobre a suposta morte do líder.

Autoridades do governo sul-coreano desmentiram essas informações, dizendo que Kim estava "vivo e bem" e que não havia nenhuma prova credível indicando que Kim estivesse com problemas de saúde.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала