Canadá investirá US$ 170 milhões em serviços de saúde mental on-line

© REUTERS / Sebastian CastanedaHomem de máscara segurando bandeira do Canadá em um ônibus para voos de repatriação organizados pela embaixada do Canadá no Peru em meio à pandemia do novo coronavírus
Homem de máscara segurando bandeira do Canadá em um ônibus para voos de repatriação organizados pela embaixada do Canadá no Peru em meio à pandemia do novo coronavírus - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Para lidar com os efeitos da pandemia, o Canadá investirá US$ 170 milhões, cerca de R$ 930 milhões, no desenvolvimento de ferramentas virtuais de assistência e saúde mental.

Os fundos serão usados ​​principalmente para criar novas plataformas e aplicativos digitais para dar aos canadenses "estratégias para gerenciar o estresse ou suporte de um profissional", afirmou o primeiro-ministro Justin Trudeau.

O objetivo também será fortalecer o atendimento virtual on-line para ajudar a impedir a propagação do vírus, que infectou quase 60 mil pessoas e resultou em mais de 3.750 mortes no Canadá, informa a agência de notícias AFP. Com a ajuda de consultas pela internet, os hospitais podem "focar" nos que mais precisam de atedimento, disse o premiê. 

"Se podemos usar aplicativos para pedir um jantar e videochats para manter contato com a família, podemos usar novas tecnologias para nos manter saudáveis", disse ele.

Várias províncias canadenses, incluindo as duas mais afetadas pela pandemia, Ontário e Quebec, anunciaram um retorno progressivo ao trabalho e a reabertura de escolas nas próximas semanas. As autoridades de saúde dizem estar razoavelmente otimistas em controlar o avanço do coronavírus.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала