Arábia Saudita: impacto da COVID-19 é esperado no 2º trimestre de 2020

© AP Photo / Markus SchreiberRiad, capital da Arábia Saudita
Riad, capital da Arábia Saudita - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O impacto total da pandemia de coronavírus se revelará no segundo trimestre deste ano, declarou o ministro das Finanças da Arábia Saudita, Mohammed Al-Jadaan, em entrevista à mídia local.

Segundo Al-Jadaan, a Arábia Saudita está considerando uma ampla gama de "medidas estritas e dolorosas" para cortar gastos.

"As despesas devem ser reduzidas para lidar com as consequências do coronavírus e precisamos ter cuidado para não aumentar o custo da dívida", afirmou o ministro em entrevista à TV Al-Arabiya neste sábado (2).

Para ele, as consequências da pandemia se revelarão em breve e terão grande impacto na economia.

"O impacto real da pandemia de coronavírus aparecerá no segundo trimestre e temos que enfrentar um choque de receita muito grande", disse ele.

Al-Jadaan disse que a Arábia Saudita, assim como o mundo todo, não voltará ao que era antes da pandemia de coronavírus e sugeriu que os processos econômicos sofrerão mudanças significativas.

"Precisamos apertar o cinto e sair da crise com força", disse o ministro das Finanças, enfatizando que "a jornada à frente é longa".

Em abril, o ministro das Finanças da Arábia Saudita, Mohammed Al-Jadaan, disse que seu país estava lidando com a pandemia da COVID-19 e a consequente queda significativa nas receitas do petróleo graças a uma posição de força, uma vez que reformas sérias foram realizadas no país nos últimos anos, além de indicar que a Arábia Saudita conseguiria amortecer os efeitos dos preços baixos.

Até 2 de maio, 3.272.202 pessoas contraíram o novo coronavírus, com mais de 230.000 mortes registradas, segundo a contagem da Organização Mundial da Saúde.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала