Boris Johnson deixa a UTI, mas permanece internado com COVID-19

© AP Photo / Frank AugsteinHospital St.Thomas, em Londres, onde o primeiro-ministro Boris Johnson passa por tratamento para COVID-19.
Hospital St.Thomas, em Londres, onde o primeiro-ministro Boris Johnson passa por tratamento para COVID-19. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Após três dias de tratamento, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, deixou nesta quinta-feira (9) a unidade de terapia intensiva (UTI).

O anúncio foi feito pelo porta-voz do governo através de um comunicado oficial.

"Ele está extremamente em boa forma", diz o texto.

A declaração afirma ainda que Boris Johnson ainda está na "fase inicial da sua recuperação".

"O primeiro-ministro foi transferido hoje à noite dos cuidados intensivos de volta para o quarto, onde receberá um monitoramento rigoroso durante a fase inicial de sua recuperação", afirmou o gabinete.

Boris Johnson recebeu diagnóstico positivo para COVID-19 no dia 27 de março. Oito dias depois, o quadro do premiê se agravou e ele deu entrada no hospital St. Thomas, em Londres, com febre e tosse persistentes. Por precaução, o primeiro-ministro foi transferido para a UTI no dia seguinte.

Desde o início do surto de COVID-19 até o último balanço divulgado nesta quinta-feira (9), o Departamento de Assistência Social do Reino Unido confirmou 65.077 casos da doença e o número de mortos é de 7.978 pessoas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала