EUA registram mais de 10 mil mortes por COVID-19

© REUTERS / Tom BrennerPresidente dos EUA, Donald Trump, em frente a gráfico intitulado "Metas de Mitigação Comunitária" mostrando as mortes projetadas nos EUA em meio à pandemia, durante briefing diário de resposta ao coronavírus na Casa Branca em Washington, EUA, em 31 de março de 2020
Presidente dos EUA, Donald Trump, em frente a gráfico intitulado Metas de Mitigação Comunitária mostrando as mortes projetadas nos EUA em meio à pandemia, durante briefing diário de resposta ao coronavírus na Casa Branca em Washington, EUA, em 31 de março de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nesta segunda-feira (6), o número de óbitos causados pela COVID-19 nos Estados Unidos chegou a 10.335.

Os EUA são o país com o maior número de casos do novo coronavírus, com 347.003 casos registrados. Além dos EUA, apenas Itália, Espanha e Alemanha têm mais que 100 mil casos registrados.

A Itália segue sendo o país com mais mortes pela COVID-19, um total de 16.523 óbitos e 132.547 casos. Já a Espanha, o segundo país com mais mortos, com 13.169 óbitos, registrou 135.032 casos da doença até agora. Os EUA vem logo em seguida. Além destes três, nenhum outro país ultrapassou as 10 mil mortes pela doença.

© REUTERS / Brendan McdermidProfissional da saúde retira e descarta equipamento de proteção individual (EPI) durante pandemia do coronavírus, Brooklyn, Nova York, EUA, 2 de abril de 2020
EUA registram mais de 10 mil mortes por COVID-19 - Sputnik Brasil
Profissional da saúde retira e descarta equipamento de proteção individual (EPI) durante pandemia do coronavírus, Brooklyn, Nova York, EUA, 2 de abril de 2020

Os números são do painel da universidade Johns Hopkins, que compila dados do mundo todo em tempo real.

O governo dos EUA já admite que as mortes no país podem passar de 100 mil mesmo com as medidas de isolamento e testes em massa. A cidade mais atingida no país é Nova York, com 72.181 casos e 3.048 mortes.

No mundo inteiro foram registrados 1.309.439 casos até o momento, além de 72.638 mortes. Ainda segundo a universidade Johns Hopkins, 273.546 pessoas se recuperaram da doença, sendo 77.310 destas na China.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала