Portugal suspende visitas a hospitais e prisões para conter coronavírus

© REUTERS / Dado RuvicTubo de ensaio para teste de coronavírus, 29 de janeiro de 2020
Tubo de ensaio para teste de coronavírus, 29 de janeiro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Neste sábado (7), as autoridades sanitárias de Portugal anunciaram a suspensão das visitas a hospitais, lares para idosos e prisões na região norte do país, onde há 15 dos 21 casos confirmados de coronavírus.

"Até o momento, há apenas casos esporádicos em Portugal, ainda não há transmissão ativa do vírus na comunidade [...] Os 10 milhões de portugueses são corresponsáveis e devem cumprir a sua parte", afirmou Graça Freitas, diretora-geral de Saúde do país.

Ao mesmo tempo, ela assegurou que as autoridades estão preparadas para ativar diferentes protocolos em caso de uma escalada de risco, segundo a RTP.

A ministra da Saúde, Marta Temido, também revelou que, além dos hospitais e prisões, algumas escolas e faculdades também foram fechadas no norte do país para "evitar a propagação do surto de coronavírus, atrasar ao máximo o pico da epidemia e a redução do número total de casos".

Além disso, a ministra assumiu que as medidas de segurança podem ser "alargadas e reforçadas nas próximas horas", dependendo dos resultados das análises de 47 casos ainda não confirmados.

O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus a nível global foi elevado para mais de 100.000, das quais mais de 3.456 morreram, em 92 países e territórios.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала