Chega a 11 o número de mortes provocadas pelo novo coronavírus nos EUA

© REUTERS / David RyderKit para teste do novo coronavírus no Centro Médico de Harborview, em Washington, EUA, 29 de fevereiro de 2020
Kit para teste do novo coronavírus no Centro Médico de Harborview, em Washington, EUA, 29 de fevereiro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um morador do estado norte-americano da Califórnia morreu em decorrência da contaminação pelo novo coronavírus, elevando para 11 o total de mortes provocadas pelo surto da COVID-19 nos Estados Unidos.

De acordo com autoridades do condado de Placer, a vítima confirmada nesta quarta-feira era um adulto idoso que já apresentava outros problemas de saúde, sendo uma das duas pessoas infectadas pelo novo coronavírus no condado.

Essa foi a primeira morte causada pela COVID-19 na Califórnia. Nos EUA, até o momento, o principal foco da doença tem sido o estado de Washington. 

​Como avisei, o coronavírus está se espalhando sem ser detectado nos EUA há semanas, devido à falta de testes da COVID-19. As pessoas na "zona quente" do estado de Washington tentam fazer o teste, mas "encontram confusão e falta de respostas claras." 

"Enquanto a maioria dos casos de COVID-19 exibe sintomas leves ou moderados, essa morte trágica ressalta a necessidade urgente de tomarmos medidas extras para proteger os residentes particularmente vulneráveis ao desenvolvimento de doenças mais graves, incluindo idosos e pessoas com condições de saúde subjacentes", afirmou a oficial de Saúde do condado de Placer, doutora Aimee Sisson.

Mais cedo, o vice-presidente norte-americano, Mike Pence, havia anunciado a décima morte-provocada pelo novo coronavírus nos EUA, ocorrida, assim como todas as outras anteriores, no estado de Washington.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала