Somente 4 países do Oriente Médio têm meios para detectar o coronavírus, diz OMS

© REUTERS / Carlos Garcia RawlinsPessoas usando máscaras atravessam uma rua na China enquanto o país é atingido por um surto do novo coronavírus, em Pequim, 28 de janeiro de 2020
Pessoas usando máscaras atravessam uma rua na China enquanto o país é atingido por um surto do novo coronavírus, em Pequim, 28 de janeiro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Apenas 4 países do Oriente Médio e do norte da África estão equipados para detectar o coronavírus, disse à Sputnik neste domingo (2) o chefe do escritório de controle de doenças transmissíveis da Organização Mundial da Saúde (OMS), Abd al-Nasser Abu Bakr.
"Apenas quatro países do Oriente Médio têm capacidade laboratorial para detectar o coronavírus. Planejamos fornecer a outros 10 países essas capacidades", disse Abu Bakr.

Entre os países que serão auxiliados na identificação da doença estão Egito, Irã, Jordânia e Síria, entre outros.

"O nível de atendimento médico para a população nos países africanos é extremamente baixo, por isso nos esforçamos para fornecer assistência a eles para impedir a propagação do coronavírus", disse o funcionário da OMS.

Abu Bakr acrescentou que os países africanos estão tomando medidas para melhorar seus cuidados de saúde pública, tendo em vista a ameaça do novo vírus. Segundo Abu Bakr, a OMS planeja fornecer aos médicos nas zonas de conflito, bem como em todos os estados africanos, kits de teste para detectar a infecção.

A novo tipo do coronavírus - 2019-nCoV - foi detectado pela primeira vez em Wuhan em dezembro de 2019 e, desde então, se espalhou para mais de 20 países. O vírus já matou 304 pessoas e infectou mais de 14 mil outras, levando autoridades de vários países a evacuar seus cidadãos das áreas afetadas pelo vírus.

A OMS declarou emergência internacional de saúde no início desta semana devido ao surto.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала