Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

EUA indicam que poderiam sancionar Índia caso esta compre sistema S-400 russo

© Sputnik / Ilia PitalevSistemas de defesa antiaérea russos S-400
Sistemas de defesa antiaérea russos S-400 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Estados Unidos ameaçam Índia com sanções, caso o país opte por comprar sistemas antimísseis russos em detrimento de norte-americanos, tal como já ocorre com a Turquia.

O Departamento de Estados dos EUA emitiu um aviso a Nova Deli, apelando às autoridades indianas que reconsiderem a compra do sistema antiaéreo russo S-400 ou encarem sanções norte-americanas.

Em uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira (8), quando questionado sobre a compra do sistema S-400 pela Índia, um alto funcionário do Departamento do Estado norte-americano afirmou que o país não dispõe de nenhuma proteção especial de sanções dos EUA, que Washington também ameaçou impor à Turquia pela compra do mesmo sistema.

O funcionário observou que "autoridades indianas sabem que há um risco de que sanções sejam aplicadas". No entanto, imediatamente após a ameaça, ele sugeriu que as sanções seriam aplicadas "caso a caso" e poderiam em teoria serem ajustadas.

"Os desafios que enfrentamos com qualquer Estado como a Índia são novas aquisições de sistemas importantes que colocariam em risco nossas plataformas ou exporiam nossas tecnologias a um adversário. Portanto, afirmamos isso de forma simples e a Turquia é um exemplo perfeito", acrescentou o alto funcionário durante a coletiva.

O governo indiano insiste que fará suas compras de armamentos respeitando sua soberania. Em novembro do ano passado, Subrahmanyam Jaishankar, ministro das Relações Exteriores, expressou que Nova Deli "não seria influenciada por outros países quanto ao que fazemos em termos de segurança e defesa nacional".

O sistema antiaéreo de longo alcance S-400 é o mais avançado da Rússia, projetado para interceptar aeronaves e mísseis inimigos. Washington argumenta que o sistema "não é compatível" com a infraestrutura de defesa da OTAN, representando um risco para os caças furtivos de 5ª geração norte-americanos F-35.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала