Manifestantes começam a se retirar de perímetro da embaixada dos EUA em Bagdá

© REUTERS / Thaier Al-SudaniManifestantes iraquianos protestam na embaixada dos EUA, em Bagdá.
Manifestantes iraquianos protestam na embaixada dos EUA, em Bagdá. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os manifestantes iraquianos que estavam protestando contra os Estados Unidos na área da embaixada norte-americana em Bagdá começaram a sair do perímetro do edifício nesta quarta-feira (1º).

Os líderes do protesto haviam pedido mais cedo para que os manifestantes deixassem o perímetro da embaixada.

Alguns dos que saíram montaram um acampamento em frente a um hotel da região, informou a agência Reuters.

Um pequeno grupo de manifestantes resistiu e decidiu permanecer até que as forças norte-americanas fossem expulsas do Iraque.

Os manifestantes protestam na área da embaixada dos EUA em Bagdá desde terça-feira (31). O estopim das manifestações foram ataques aéreos realizados pelos norte-americanos e que deixaram ao menos 25 pessoas mortas.

Tropas norte-americanas em Bagdá, Iraque, dispararam gás lacrimogêneo contra manifestantes frente à embaixada dos EUA na terça-feira (31).

Os manifestantes, junto com milícias xiitas iraquianas, arrombaram uma das portas principais e colocaram fogo em uma das áreas de recepção.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала