- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Governo de São Paulo afasta mais 32 policiais que participaram da ação em Paraisópolis

© Folhapress / Marlene BergamoMoradores da favela Paraisópolis, em São Paulo-SP, realizam uma manifestação no dia 1º de dezembro de 2019 contra a violência da Polícia Militar na favela.
Moradores da favela Paraisópolis, em São Paulo-SP, realizam uma manifestação no dia 1º de dezembro de 2019 contra a violência da Polícia Militar na favela. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo de São Paulo decidiu afastar nesta segunda-feira (9) 32 policiais envolvidos na ação que deixou 9 mortos na saída de um baile funk em Paraisópolis, Zona Sul de São Paulo.

O anúncio foi feito após a realização de uma reunião entre familiares das vítimas e o governador do estado, João Doria.

Anteriormente o governo de São Paulo já havia afastado seis policiais militares que participaram da ação.

As investigações estão sendo conduzidas pelo Departamento de Homicídios (DHPP), que realizou uma análise preliminar dos áudios da comunicação via rádio entre os policiais militares e a central 190 durante a madrugada do domingo (1º).

Os parentes das nove vítimas suspeitam que elas morreram pisoteadas ou por conta de agressões cometidas por policiais.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostraram policiais utilizando bombas de gás, balas de borracha e, em algumas filmagens, agredindo os jovens que deixavam o local.

Nenhum dos nove mortos era morador da comunidade de Paraisópolis.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала