- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Ex-governador do Rio é condenado a mais 33 anos de prisão por crimes da Lava Jato

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilSérgio Cabral Filho
Sérgio Cabral Filho - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Justiça Federal condenou o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, a mais 33 anos de prisão por crimes investigados pela Operação Lava Jato.

Sérgio Cabral foi condenado pelos crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, totalizando US$ 85,383 milhões, informou Agência Brasil.

A sentença, que também condena Wilson Carlos da Silva Carvalho e Sérgio Castro de Oliveira, auxiliares e operadores financeiros de Cabral, foi assinada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, e foi publicada nesta quarta-feira.

Bretas afirmou que Cabral foi idealizador dos esquemas criminosos.

"O condenado Sérgio Cabral foi o grande fiador das práticas corruptas imputadas. Em razão da autoridade conquistada pelo apoio de vários milhões de votos que lhe foram confiados, ofereceu vantagens em troca de dinheiro. Vendeu a empresários a confiança que lhe foi depositada pelos cidadãos do estado do Rio de Janeiro, razão pela qual a sua culpabilidade, maior do que a de um corrupto qualquer, é extremamente elevada", escreveu Bretas em sua sentença.

O juiz, por outro lado, reduziu parte da pena de Cabral, pois este entregou à Justiça um patrimônio estimado em R$ 40 milhões, mas não reconheceu como atenuante a confissão do ex-governador.

A defesa de Cabral declarou que pretende apresentar recurso contra a condenação.

"A defesa irá recorrer por entender que Sérgio Cabral já foi condenado por fatos idênticos e discordar da pena aplicada. Nesse caso, ele não foi reinterrogado, e o juiz levou em consideração um depoimento antigo. De qualquer forma, a postura de auxiliar as autoridades será mantida", informou a defesa de Cabral por nota.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала