- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

'Como ator pornô, dei mais certo do que Bolsonaro no Exército', diz Frota

© REUTERS / Adriano MachadoPresidente do Brasil, Jair Bolsonaro, em evento sobre modernização de normas de segurança e saúde no trabalho no Palácio do Planalto, Brasília, 30 de julho de 2019
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, em evento sobre modernização de normas de segurança e saúde no trabalho no Palácio do Planalto, Brasília, 30 de julho de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O deputado Alexandre Frota, após ser expulso do PSL na terça-feira, confirmou hoje sua filiação ao PSDB e disparou duras declarações sobre o presidente Jair Bolsonaro.

O novo deputado tucano declarou que o presidente "não está preparado para o cargo que foi eleito" e ainda comparou a carreira de Bolsonaro no Exército com sua atuação em filmes pornográficos.

"Bolsonaro não é burro, senão ele não chegaria onde chegou, mas é um idiota ingrato que nada sabe. Aquela cadeira de presidente ficou grande para ele e ele se lambuzou com o mel da Presidência. Bolsonaro se mostra, muitas vezes, infantil. Ele não está preparado para o cargo para o qual foi eleito, para o qual eu, infelizmente, ajudei a elegê-lo", afirmou o deputado em entrevista à Folha de S.Paulo nesta sexta-feira (16).

De acordo com o parlamentar, o presidente é "inseguro, medroso e caricato" e acredita "nas próprias fantasias".

"Bolsonaro não foi ninguém no Exército, saiu expurgado de lá, não foi brilhante, ou estou errado? Não estou. Eu, como ator pornô, dei mais certo do que ele no Exército. Bolsonaro está fazendo parte de uma matilha cultural e social de extrema-direita, que assim como a esquerda, que durante muito tempo trabalhou isso, acham que vão dominar o país", disparou Frota.

Expulsão do PSL

​Após ter feito duras críticas ao governo de Jair Bolsonaro, o deputado Alexandre Frota (SP), eleito com 155 mil votos pelo PSL, foi expulso do partido por decisão unânime tomada após reunião da executiva do partido em Brasília na última terça-feira (13).

De acordo com o presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), Alexandre Frota foi desfiliado do partido pelas "ofensas" contra a sigla e por ter entrado em rota de "desalinhamento" com o partido.

Frota questionou, em particular, a nomeação do filho do presidente, Eduardo Bolsonaro, para o cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos. Além disso, o deputado afirmou ter ficado decepcionado com Jair Bolsonaro e com a falta de articulação do presidente com os parlamentares.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала