Bolsa cai 2,5% e dólar vai a R$ 3,95 em meio a guerra comercial entre China e EUA

CC BY 2.0 / Rafael Matsunaga/ / Painel de cotações da Bovespa (arquivo)
Painel de cotações da Bovespa (arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em meio ao aumento das tensões comerciais entre China e Estados Unidos, o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, fechou com uma queda de 2,51% aos 100.097 pontos.

O dólar subiu 1,68%, vendido a R$ 3,9566. Na Europa, as bolsas caíram ao menor patamar em 2 meses. Nos Estados Unidos, os índices acionários de Wall Street registraram suas maiores quedas percentuais do ano.

O movimento ocorreu após a China desvalorizar o câmbio e fazer com que a taxa de câmbio entre as moedas dos dois países chegou a 7 yuanes por 1 dólar nesta segunda-feira (5).

As quedas nos índices acontecem dias depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, surpreendeu os mercados financeiros ao prometer impor tarifas de 10% sobre US$ 300 bilhões restantes das importações chinesas a partir de setembro.

​No Twitter, Trump classificou o movimento de "manipulação cambial" e acrescentou: "você está ouvindo, Federal Reserve? Essa é uma grande violação que enfraquecerá consideravelmente a China ao longo do tempo!".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала