OTAN pede ao Irã para libertar navios com a bandeira do Reino Unido

© Sputnik / Anton BystrovBandeiras do Irã
Bandeiras do Irã - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A OTAN condenou as apreensões de navios no Estreito de Ormuz e disse que os incidentes representam um desafio à liberdade internacional de navegação. O bloco expressou seu apoio ao compromisso diplomático entre Londres e Teerã.

Um porta-voz da OTAN divulgou uma declaração oficial sobre a situação no Estreito de Ormuz.

"Condenamos a apreensão de duas embarcações comerciais no Estreito de Ormuz, o que representa um claro desafio à liberdade internacional de navegação, e instamos o Irã a liberar imediatamente os navios e sua tripulação", disse o comunicado.

De acordo com a nota, "o Reino Unido deixou claro que a sua prioridade é abordar a situação através do diálogo e da diplomacia" e "a OTAN apoia todos os esforços diplomáticos para resolver esta situação".

Em 19 de julho, as autoridades iranianas detiveram dois navios, registrados na Libéria e no Reino Unido, no Estreito de Ormuz. O navio liberiano foi libertado pouco depois, mas as autoridades iranianas tomaram o navio do Reino Unido, o Stena Impero.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала