Porto-riquenhos pedem renúncia de governador após vazamentos no Telegram

© REUTERS / GABRIELLA N. BAEZManifestantes protestam em San Juan, capital de Porto Rico, pedindo a renúncia do governador da ilha, Ricardo Rossello
Manifestantes protestam em San Juan, capital de Porto Rico, pedindo a renúncia do governador da ilha, Ricardo Rossello  - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Milhares de pessoas estão indo às ruas da capital de Porto Rico, San Juan, para exigir a renúncia do governador do território não incorporado dos Estados Unidos, Ricardo Rosselló, após o vazamento de polêmicas conversas mantidas pelo político em seu perfil no Telegram.

Publicados pelo Centro de Jornalismo Investigativo de Porto Rico, os bate-papos incluem insultos graves e vulgares, alguns dos quais dirigidos ao músico Ricky Martin, à ex-presidente do Conselho de Nova York Melissa Mark-Viverito e à prefeita de San Juan, Carmen Yulín Cruz, que competirá com Rosselló na corrida pelo governo em 2020. 

​Entre o público dos protestos estão Ricky Martin, outros artistas e vários políticos. Além da própria ilha caribenha, outras regiões, do continente, também decidiram protestar, como Nova York, Los Angeles, Flórida, Texas, Michigan, Minnesota, Arizona, Massachusetts e Ohio. 

​O escândalo, que foi apelidado de "Chatgate" e "Rickyleaks", já levou à renúncia ou demissão de pelo menos quatro pessoas envolvidas nas conversas. Quanto a Rosselló, ele anunciou na última terça-feira que não tem intenção de renunciar.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала