Turquia pondera respostas a sanções dos EUA por compra dos S-400 russos, diz fonte

© Sputnik / Ilia PitalevSistemas de defesa antiaérea russos S-400
Sistemas de defesa antiaérea russos S-400 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Turquia está trabalhando por ordem do presidente turco Recep Tayyip Erdogan em um conjunto de contramedidas de resposta às iminentes sanções americanas pela compra dos sistemas de defesa antiaérea S-400 russos, informou a agência Bloomberg citando um alto funcionário turco.

A fonte, que falou sob condição de anonimato devido à natureza sensível do assunto, disse que Ancara está atualmente analisando os produtos importados e exportados para os Estados Unidos como parte da sua potencial retaliação.

De acordo com a agência turca Anadolu, esses comentários ecoaram as declarações do chanceler turco, Mevlut Cavusoglu, que disse na sexta-feira (14) que a Turquia está pronta para assumir quaisquer consequências da sua decisão de defender seus direitos soberanos e retaliar se Washington impuser sanções.

"Já estamos trabalhando nas medidas sob liderança do nosso presidente. Não existe um entendimento de ‘vamos ficar em silêncio e calar a boca’ face às decisões dos EUA. Se os EUA derem passos negativos em direção a nós, então teremos que adotá-los também. Vamos manter nossa determinação de sermos um país independente e livre", afirmou o ministro.

Anteriormente, Washington alegou que o sistema de defesa antiaérea russo seria incompatível com os equipamentos da OTAN e que colocaria em risco os caças norte-americanos F-35, caso eles fossem operados pela Turquia em conjunto com os S-400.

Caça F-35 Lightning II da Lockheed Martin - Sputnik Brasil
Pentágono: compra de sistemas russos pela Turquia será devastadora para programa F-35
Desde que a Turquia assinou o acordo com a Rússia para obter os sistemas S-400 em dezembro de 2017, os EUA pressionam frequentemente os turcos para que abandonem o acordo.

Por sua vez, Ancara criticou as ações de Washington e, ao mesmo tempo, assegurou que o sistema S-400 não seria uma ameaça à OTAN ou aos F-35.

Erdogan insistiu que a Turquia não abandonará o acordo com a Rússia e afirmou que as entregas dos sistemas russos de defesa antiaérea ocorrerão conforme o planejado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала