Junho de Júpiter: gigante gasoso e suas 4 maiores luas serão visíveis da Terra

© AP Photo / ESA/HubbleAuroras em Júpiter (imagem de arquivo)
Auroras em Júpiter (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nos próximos dias, será possível observar Júpiter praticamente a olho nu, bem como os quatros principais satélites naturais do maior planeta do nosso Sistema Solar com a ajuda de instrumentos simples.

Segundo a NASA, o dia 10 de junho será o melhor momento para observar o gigante gasoso, pois é quando ele estará em oposição ao Sol, ou seja, quando a Terra se alinhar entre Júpiter e a estrela.

Desta forma, Júpiter ficará visível durante toda a noite. Além disso, estará localizado no ponto da sua órbita mais próximo do nosso planeta.

Снимок Большого Красного Пятна на поверхности Юпитера - Sputnik Brasil
Grande Mancha Vermelha de Júpiter corre risco de desaparecer, segundo astrônomos
Para quem não puder apreciar esse fenômeno astronômico no dia 10, terá outras chances: o planeta distante poderá ser observado em detalhe durante todo o mês, diz a agência espacial.

"Vai parecer fantástico através de binóculos ou de um pequeno telescópio, o que nos permitirá observar as quatro maiores luas e talvez até localizar as nuvens que rodeiam o planeta", diz a NASA.

Na data especificada, Júpiter aparecerá na parte oriental do céu e se moverá para ocidente, de acordo com o canal Eventos Astronômicos do Youtube.

​O que há para junho ? Júpiter estará visível a noite toda, enquanto Mercúrio e Marte decidem se aproximar, e a Lua revela a sua órbita inclinada

O melhor momento para observá-lo será quando o planeta estiver localizado ao sul da constelação de Ophiuchus.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала