Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Especialista: petroleiras brasileiras são as maiores interessadas nos 27 campos à venda da Petrobras

CC0 / / Refinaria de petróleo (imagem referencial)
Refinaria de petróleo (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Petrobras divulgou nesta segunda-feira (27) um informe a investidores em que anuncia a intenção de iniciar o processo de venda da totalidade de sua participação em 27 campos de petróleo maduros terrestres no Espírito Santo e instalações compartilhadas de escoamento e tratamento de produção, o chamado Polo Cricaré.

Segundo a empresa, os campos à venda tiveram em 2018 uma produção total média de cerca de 2,8 mil barris por dia (bpd) de óleo e 11 mil metros cúbicos/dia de gás.

Em entrevista à Sputnik Brasil, o economista José Mauro de Morais, coordenador de Estudos de Petróleo no IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), essa produção é considerada baixa.

"A Petrobras anunciou que esses campos produzem 2.800 barris/dia. São 27 campos, isso significa que a produção de cada campo é muito pequena. Ou seja, não é econômico para a Petrobras, uma empresa gigante, que está precisando investir muito no pré-sal, se dedicar a manter esse tipo de exploração em campos tão pequenos", explicou.

A venda desses 27 campos causa apreensão nos representantes dos trabalhadores da estatal. Não exatamente por elas em si, mas por elas fazerem parte de um processo em que a Petrobras está direcionando todos os esforços no pré-sal.

Estudantes e professores de institutos federais e universidades fazem manifestação na Avenida Presidente Vargas em protesto contra o bloqueio de verbas da educação - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Entidades convocam nova manifestação pela educação e adiantam: vem greve geral por aí
"Nós temos um entendimento que essas atividades ainda tem que continuar sendo controladas pela Petrobras", disse José Maria Rangel, presidente da Federação Única dos Petroleiros (FUP), em entrevista à Sputnik Brasil.

O motivo deste entendimento é para que a empresa brasileira tenha uma "carteira de investimentos" mais ampla e não dependa de um único recurso.

"O que nós estamos assistindo é um verdadeiro desmantelamento de uma empresa de petróleo integrada, que o mundo todo sabe que é a forma que uma empresa de petróleo consegue se sustentar é sendo integrada de petróleo. Porque a partir do momento em que um segmento vai mal, o outro vai bem e você consegue ir equilibrando as atividades da sua companhia", disse Rangel.

Apesar de o anúncio ainda estar em fase inicial e nenhum investidor ainda tenha formalmente manifestado interesse, José Mauro de Morais diz acreditar que o maior interesse no negócio seja de petroleiras brasileiras de menor porte.

"Deve haver interesse de empresas petrolíferas de pequeno porte nacionais que não podem fazer grandes investimentos e que, ao mesmo, tempo dispõe de recursos para investir em campos pequenos ou médios", afirmou.

Presidente da Argentina, Mauricio Macri, e o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, em Brasília. - Sputnik Brasil
América Latina pode crescer, apesar da Argentina e do Brasil, diz economista
A razão para isso, segundo Morais, é porque essas empresas podem conseguir aumentar a produção destes 27 campos.

"Elas [empresas menores] podem adotar métodos mais modernos de extração de óleo e de gás. E, inclusive, aumentar a produção desses campos, então haverá com certeza um interesse muito grande de petrolíferas nacionais, de pequenos e de médio porte que poderão se dedicar a esses campos menores", comentou.

José Mauro de Morais apoia, ao contrário dos sindicalistas, a ideia de concentrar os investimentos no pré-sal.

"A Petrobras precisa se dedicar ao pré-sal porque tem diversos campos que ainda precisam ser explorados. Eles são muito caros, os equipamentos são muito caros, a Petrobras precisa investir neles para fomentar a produção desses campos no pré-sal", completou.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала