Comitê do Senado dos EUA aprova US$400 mi em ajuda humanitária à Venezuela

© AP Photo / J. Scott ApplewhiteSenado dos EUA em Washington
Senado dos EUA em Washington - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Comissão de Relações Exteriores do Senado norte-americano aprovou a Lei de Auxílio à Emergência e Desenvolvimento da Democracia na Venezuela (VERDAD) que daria US$ 400 milhões em "ajuda humanitária à Venezuela", disse o senador Bob Menendez em um comunicado.

"Este é o esforço mais abrangente para enfrentar a crise na Venezuela. Montamos a estrutura para que o governo Trump possa impulsionar o movimento democrático da Venezuela — dobrando a ajuda humanitária e ampliando as sanções contra os funcionários do presidente Nicolás Maduro."

Menendez explicou que a medida também reafirma o apoio dos EUA ao líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, e à Assembleia Nacional, liderada pela oposição, estabelecendo a busca por uma "uma solução pacífica e diplomática para a crise venezuelana".

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acompanhado pelo ministro da Defesa, general Vladimir Padrino Lopez e pelo comandante das Operações Estratégicas, almirante Remigio Ceballos, chegam para um encontro com as tropas de Fort Tiuna, em Caracas. - Sputnik Brasil
Maduro volta a ordenar que militares estejam preparados para repelir invasão dos EUA
O enviado de Guaidó aos Estados Unidos, Carlos Vecchio, disse que o projeto de lei ajudará o autoproclamado presidente interino a promover o objetivo de conseguir a transição do governo na Venezuela.

A medida revoga vistos de parentes de venezuelanos sancionados por abusos de direitos humanos e suspende sanções àqueles que jurarem lealdade a Guaidó. Além disso, a medida exige que o governo Trump coopere com os governos da América Latina e da Europa para impor sanções unilaterais.

Os senadores também apelaram ao governo dos EUA para que "reaproveitem as propriedades financeiras corruptas" das autoridades venezuelanas e perseguir a reconstrução da economia da Venezuela em cooperação com instituições financeiras internacionais. O projeto de lei agora será encaminhado ao plenário do Senado para votação.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала