'Coletes amarelos' afetam turismo na França

© Sputnik / Julien Mattia / Abrir o banco de imagensParticipante do movimento dos "coletes amarelos"
Participante do movimento dos coletes amarelos - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O número de estadias em hotéis na França caiu no primeiro trimestre de 2019, especialmente em Paris, de acordo com o Instituto Nacional de Estatísticas da França (INSEE). A agência culpa o movimento dos "coletes amarelos" por desencorajar turistas estrangeiros.

Nos primeiros três meses de 2019, o número de pernoites em alojamentos turísticos na França diminuiu 2,5%, em relação ao mesmo período do ano anterior.

Coletes amarelos protestam em Paris - Sputnik Brasil
Quase 6 meses nas ruas: Coletes amarelos entram em confronto com a polícia na França
As visitas de estrangeiros caíram ainda mais: 4,8% pernoites a menos de não residentes. A região da Île-de-France, que inclui Paris, registrou a maior queda no número de clientes de hotéis.

O relatório observa que o declínio geral na ocupação de hotéis no primeiro trimestre "seguiu mais de dois anos de crescimento constante" e um aumento de 2% no comparativo anual no trimestre anterior.

Os comícios, que acontecem todos os sábados desde 17 de novembro de 2018, terminam frequentemente em confrontos violentos entre os manifestantes e a polícia.

"A França transmite imagens de violência com o pano de fundo das manifestações e motins em Paris, o que desencorajou alguns dos clientes, particularmente aqueles com alto poder aquisitivo, de visitarem França", explicou Didier Arino diretor da empresa Protourism para a rádio francesa RFI.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала