Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Boom de endividamento público: EUA podem atingir 150% do PIB em 30 anos

© REUTERS / Shannon StapletonRelógio da Dívida Nacional em Manhattan, na cidade de Nova York, EUA, 30 de novembro de 2017
Relógio da Dívida Nacional em Manhattan, na cidade de Nova York, EUA, 30 de novembro de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Escritório de Orçamento do Congresso dos EUA (CBO) apresentou um gráfico da dinâmica da dívida pública americana em que mostra seu crescimento acelerado.

Segundo o prognóstico, a previsão para 2029 é que o índice atinja 93% do PIB anual e, até 2049, suba para 150% - um valor nunca antes visto.

A possível explicação para isso é que este previsível crescimento estável da dívida pública se deve à persistência de grandes déficits, enquanto a espiral de dívida vai muito além do valor básico de US$ 22 trilhões (R$ 86 trilhões) correspondente à dívida governamental.

Nota e moeda de um dólar americano - Sputnik Brasil
Colapso americano? Arábia Saudita prepara poderoso golpe contra dólar
Em março de 2018, a administração da Reserva Federal (Fed) dos EUA estimou que o endividamento de todos os setores, incluindo títulos, empréstimos e títulos intergovernamentais, ultrapassou US$ 72 trilhões (R$ 283 trilhões).

Este enorme montante dividido pelo número de habitantes dos EUA (329 milhões, de acordo com o censo nacional), equivaleria a quase US$ 220 mil (R$ 864 mil) por pessoa.

O Tesouro dos EUA, os estados federados e o setor financeiro têm vindo a contrair empréstimos a um ritmo vertiginoso nos últimos 40 anos, com ênfase especial por volta de 2008, quando a crise financeira global começou.

A dívida bruta subiu de US$ 5 trilhões no início da presidência de Ronald Reagan para US$ 29 trilhões quando George W. Bush tomou posse. Entretanto, durante a crise, o valor quase dobrou, atingindo US$ 54 trilhões, e desde então aumentou mais US$ 18 trilhões.

O Departamento do Tesouro terá que tomar medidas extraordinárias para evitar que o país entre em incumprimento do próximo limite da dívida no final de setembro ou início de outubro.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала