Satélite teria captado atividades em complexo nuclear da Coreia do Norte

© REUTERS / KyodoComplexo nuclear de Yongbyon, na Coreia do Norte
Complexo nuclear de Yongbyon, na Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Diversas imagens de satélite capturadas recentemente sugerem que a Coreia do Norte possa estar transportando materiais nucleares em seu complexo de Yongbyon, segundo especialistas do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais (CSIS), em Washington.

"As imagens de satélite do complexo norte-coreano de investigação nuclear em Yongbyon que [a empresa] DigitalGlobe obteve no dia 12 de abril mostram a presença de cinco vagões ferroviários especializados, próximos da instalação de enriquecimento de urânio e do laboratório de radioquímica", ressaltaram Joseph Bermudez e Victor Cha, do projeto Beyond Parallel.

​Cinco vagões especializados associados ao transporte de material radioativo foram identificados no complexo nuclear de Yongbyon, na Coreia do Norte.

"No passado, estes vagões especializados estiveram associados ao transporte de material radioativo ou a campanhas de reprocessamento. A atividade atual […]não exclui sua possível participação na dita atividade, seja antes ou depois de uma campanha de reprocessamento", comentam os analistas.

Lançamento de míssil de longo alcance no polígono de Sohae (Coreia do Norte) - Sputnik Brasil
Kim Jong-un promete desenvolver poder militar e energia nuclear da Coreia do Norte
Em junho do ano passado, o presidente norte-americano e o líder norte-coreano se reuniram pela primeira vez em Singapura, onde ambos se comprometeram a trabalhar para normalizar as relações bilaterais e a desnuclearizar a península da Coreia. Entretanto, o processo de distensão na península coreana estagnou nos últimos meses.

A segunda reunião entre os dois líderes ocorreu em fevereiro deste ano, mas terminou repentinamente, sem um acordo entre as partes. Contudo, a Casa Branca afirma que ambos pretendem manter as reuniões no futuro.

Além disso, na semana passada, Kim Jong-um expressou sua disposição de retomar o diálogo com o presidente dos EUA, Donald Trump, sobre a desnuclearização, sempre que os EUA assumam "uma atitude correta", além de anunciar que Pyongyang irá esperar "pacientemente" até o final deste ano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала