Ex-chefe venezuelano de inteligência é preso na Espanha e aguarda extradição para os EUA

© AP Photo / Fernando LlanoEx-general venezuelano Hugo Carvajal participa de reunião na Assembleia Nacional (arquivo)
Ex-general venezuelano Hugo Carvajal participa de reunião na Assembleia Nacional (arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Ex-general e aliado próximo do então presidente Hugo Chávez, Hugo Carvajal foi preso pela polícia espanhola na sexta-feira, com base em um mandado dos EUA por acusações de tráfico de drogas.

A pedido da Suprema Corte da Espanha, ele foi levado para uma instalação carcerária temporária enquanto aguarda uma decisão sobre um pedido de extradição dos Estados Unidos.

Venezuela vai fazer paridade de um barril de petróleo por uma criptomoeda - Sputnik Brasil
EUA impõem novas sanções à Venezuela
Embora a polícia espanhola não tenha divulgado as acusações contra o general, em 2008 ele foi sancionado pelo Tesouro dos EUA por "auxiliar materialmente as atividades de narcotráfico" do grupo rebelde colombiano FARC.

Durante a audiência, Carvajal negou ter ligações com as FARC e com as acusações de tráfico de drogas. Ele também contestou a possível extradição para os Estados Unidos, de acordo um porta-voz do tribunal.

​Como o ex-general explicou ao tribunal, ele deixou a Venezuela há um mês de barco e lutaria contra o pedido de extradição devido a seus laços com a Espanha, já que a família reside no país atualmente.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала