WSJ: Arábia Saudita teria financiado ofensiva de Haftar contra governo da Líbia

© REUTERS / Esam Omran Al-FetoriSoldado do Exército Nacional da Líbia (LNA), comandado pelo marechal Khalifa Haftar, 7 de abril de 2019
Soldado do Exército Nacional da Líbia (LNA), comandado pelo marechal Khalifa Haftar, 7 de abril de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O marechal Khalifa Haftar, comandante do Exército Nacional da Líbia que lançou na semana passada uma ofensiva contra o Governo do Acordo Nacional, liderado por Fayez al-Sarraj, teria aceitado dezenas de milhões de dólares oferecidos pela Arábia Saudita dias antes de iniciar a operação, escreva o jornal The Wall Street Journal.

Segundo comunicou na quinta-feira (13) o jornal, citando fontes anônimas na capital da monarquia árabe, o dinheiro foi fornecido ao comandante líbio durante sua visita a Riad no final do mês passado.

"Fomos muito generosos", disse um alto funcionário saudita.

Aviões da Força Aérea da Líbia (imagem referecial) - Sputnik Brasil
Aviação das forças de Trípoli ataca instalações de Haftar, diz fonte
O dinheiro concedido pela Arábia Saudita deveria ser usado para subornar líderes tribais, pagar aos soldados do Exército Nacional da Líbia (LNA, na sigla em inglês) e cobrir outras demandas da campanha militar.

Não é a primeira vez que o marechal Haftar é acusado de receber ajuda da Arábia Saudita. Por exemplo, há uma semana, um general de brigada leal ao governo de Trípoli, Mohammad al-Qunidi, declarou que o LNA estava atacando a capital do país com armas egípcias, dos Emirados e sauditas.

"Os três países árabes apoiam as milícias de Haftar para criar um novo Al-Sisi [presidente do Egito] na Líbia", afirmou ele ao jornal Al Khaleed Online.

Ao mesmo tempo, Wolfram Lacher, especialista do Instituto Alemão para Assuntos Internacionais e Segurança, disse, citado pelo jornal, que está convencido de que o apoio de outros países é um fator determinante para a posição atual do marechal rebelde. "Haftar não seria um jogador hoje sem o apoio estrangeiro que recebeu", enfatizou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала