Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Turquia comenta declarações americanas sobre cooperação com Venezuela

© AFP 2021 / Ozan KoseUm ativista de esquerda turco segura uma bandeira nacional venezuelana e um cartaz que se traduz como "O imperialismo perderá, o povo resistente vencerá"
Um ativista de esquerda turco segura uma bandeira nacional venezuelana e um cartaz que se traduz como O imperialismo perderá, o povo resistente vencerá - Sputnik Brasil
Nos siga no
Ancara lamenta as declarações feitas pelo representante especial dos EUA para a Venezuela, Elliot Abrams, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Turquia, Hamy Aksoy.

Anteriormente, Abrams criticou a Turquia pelo seu apoio ao governo venezuelano, dizendo que os EUA não veem uma "cooperação desejável" com a Turquia nesta questão. De acordo com Abrams, a Turquia está enfraquecendo sua posição na Venezuela e em toda a América Latina.

"A declaração de Abrams sobre a Turquia foi recebida com pesar. Como muitos outros países, a Turquia reconhece o governo do presidente venezuelano Nicolás Maduro, que chegou ao poder em resultado de eleições, como o líder legítimo do país de acordo com o direito internacional. Ancara se opõe às tentativas de substituir governos legítimos através da intervenção estrangeira e de meios não democráticos", disse Aksoy.

Barras de ouro empilhadas em cofre na Casa da Moeda dos Estados Unidos, Nova York, em 22 de julho de 2014 (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil
Mídia: Venezuela enviará toneladas de ouro à Turquia
Aksoy acrescentou que a Turquia mantém relações comerciais com a Venezuela de acordo com as regras internacionais e continuará mantendo relações com todos os países da América Latina com base no respeito mútuo.

Guaidó se autoproclamou chefe de Estado interino da República Bolivariana em 23 de janeiro deste ano, sendo imediatamente reconhecido como tal pelos EUA e depois por vários outros países, incluindo o Brasil. No entanto, apesar da pressão internacional, Maduro, reconhecido pela Turquia, China, Rússia, Cuba, Bolívia e outros países, tem conseguido se manter no poder com apoio da maior parte da população venezuelana e também das Forças Armadas.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала