Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Caracas comenta declarações de líderes dos EUA e do Brasil: 'Perigoso'

© Foto / Alan Santos/PRPresidente do Brasil, Jair Bolsonaro, durante jantar em Washington, DC, EUA, em 17 de março de 2019
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, durante jantar em Washington, DC, EUA, em 17 de março de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Venezuela considera perigosas as declarações sobre o futuro do país pelos presidentes dos EUA e do Brasil e está determinada a continuar trabalhando para garantir a paz na região, disse o Ministério de Relações Exteriores da Venezuela em um comunicado.

"O governo venezuelano expressa sua forte rejeição de declarações perigosas feitas pelo presidente dos EUA, Donald Trump, e pelo presidente brasileiro Jair Bolsonaro em 19 de março… O governo venezuelano continuará trabalhando em conformidade com a lei internacional para garantir a criação de uma zona de paz na América Latina e no Caribe", disse o comunicado.

Na terça-feira, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu colega brasileiro, Jair Bolsonaro, realizaram conversas e reiteraram apoio ao líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó. Quando perguntado sobre a possibilidade de uma intervenção militar na Venezuela, Trump disse que "todas as opções estão abertas".

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, com o chefe de Estado norte-americano, Donald Trump, na Casa Branca - Sputnik Brasil
Trump elogia esforços brasileiros na Venezuela e destaca acordo sobre Alcântara
A Venezuela está em um estado de crise política desde janeiro, quando Guaidó, chefe da Assembleia Nacional controlada pela oposição, se declarou presidente interino. Ele foi imediatamente reconhecido pelos Estados Unidos, que congelaram US$ 7 bilhões em ativos de petróleo do país e conclamou o presidente legítimo, Nicolás Maduro, a renunciar imediatamente.

Dezenas de nações já endossaram Guaidó, enquanto a Rússia, a China e muitos outros reafirmaram apoio a Maduro como o único mandatário da Venezuela.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала