Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Senadores criticam manobra de Trump para usar fundos do Pentágono em muro na fronteira

© AP Photo / Daniel Ochoa de OlzaUm migrante em Tijuana, México pula a fronteira para entrar na cidade americana de San Diego, na Califórnia.
Um migrante em Tijuana, México pula a fronteira para entrar na cidade americana de San Diego, na Califórnia. - Sputnik Brasil
Nos siga no
A proposta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de redirecionar o financiamento de projetos de construção militar para a construção de um muro na fronteira EUA-México é imprudente e irresponsável, disse o senador Sherrod Brown em um comunicado de imprensa nesta terça-feira.

Na última segunda-feira, o Departamento de Defesa dos EUA revelou que identificou US$ 12,8 bilhões em possível financiamento que poderia ser usado para atender o pedido de Trump para construir um muro de fronteira.

"A decisão do presidente de driblar o Congresso e retirar fundos de nossas Forças Armadas para apoiar seu projeto de vaidade é imprudente e irresponsável", declarou Brown no comunicado.

O senador Jack Reed na segunda-feira descreveu a proposta orçamentária de Trump para o ano fiscal de 2020 como um tapa na cara dos militares dos EUA.

Presidente dos EUA, Donald Trump, abraça bandeira americana na reunião anual da Conferência da Ação Política Conservadora (CPAC), perto de Washington, EUA, em 2 de março de 2019 - Sputnik Brasil
Trump deve criar novo embate político e pedir US$ 8,6 bilhões para muro na fronteira

Reed também afirmou que retirar fundos de prioridades reais pode ajudar a sustentar a base política de Trump, mas isso pode acontecer às custas das bases militares dos EUA e dos homens e mulheres das Forças Armadas que dependem deles.

Os dois senadores reagiram à divulgação, na segunda-feira, de uma lista que indicava que projetos de construção militar poderiam ser afetados pela decisão de Trump de realocar US$ 3,6 milhões para pagar por um muro de fronteira.

O Senado dos EUA aprovou na semana passada uma resolução conjunta para encerrar a declaração do presidente Trump de uma emergência nacional na fronteira sul por 59 a 41 votos. O presidente respondeu na sexta-feira assinando seu primeiro veto para derrubar a legislação.

Trump declarou uma emergência nacional no mês passado para liberar US$ 8 bilhões em verbas federais para construir um muro na fronteira sul dos EUA. O presidente disse que o muro é necessário para impedir que criminosos e terroristas entrem nos Estados Unidos.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала