Maduro diz que 2 pessoas foram presas ao tentar causar nova pane em sistema elétrico

© Sputnik / Sergey Guneev / Abrir o banco de imagensNicolás Maduro, presidente da Venezuela
Nicolás Maduro, presidente da Venezuela - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou nesta segunda-feira (11) a prisão de duas pessoas que, segundo ele, tinham planos de boicotar novamente o sistema nacional de eletricidade.

"Capturamos dois indivíduos tentando sabotar o sistema de comunicações de Guayana de Guri, para reverter o processo de recuperação, eles foram presos em flagrante e estão conversando", disse ele durante um pronunciamento em uma estação de rádio e televisão em que se referiu ao apagão que afeta o país desde quinta-feira.

No discurso, Maduro disse que estendeu a suspensão das atividades trabalhistas e educacionais até quarta-feira (13) enquanto o governo restaura a eletricidade em todo o país.

"Decidi estender a suspensão das aulas e das atividades laborais até quarta-feira, isso significa que amanhã, terça-feira, e quarta-feira vamos continuar a restaurar o serviço elétrico", comunicou.

Horas antes, o ministro das Comunicações, Jorge Rodríguez, anunciara a suspensão por mais 24 horas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала