Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Presidente polonês: UE não está interessada em competir com OTAN

© REUTERS / Kacper PempelSoldado polonês junto às bandeiras da OTAN, Polônia e EUA
Soldado polonês junto às bandeiras da OTAN, Polônia e EUA - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente da Polônia, Andrzej Duda, disse nesta quinta-feira que tudo o que a União Europeia faz em termos militares deve estar alinhado com as ações da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), sem criar qualquer tipo de competição com a aliança transatlântica.

"É importante que a ação da UE seja complementar à ação da OTAN. É muito importante que todas essas ações, nas quais estamos envolvidos em nível da UE, sejam consistentes com as ações da Aliança do Atlântico Norte", disse Duda em coletiva de imprensa, em meio às discussões sobre a possível criação de um exército comum europeu e das celebrações do vigésimo aniversário da adesão polonesa à OTAN. 

​"A Polônia está se tornando um centro cada vez mais importante da presença militar da OTAN e dos EUA em nossa região."

Tais discussões vêm ganhando força desde o final do ano passado, quando, em novembro, o presidente francês, Emmanuel Macron, sugeriu que a Europa precisava de uma força militar própria, independente dos Estados Unidos, para se defender. A ideia foi defendida também pela chanceler alemã, Angela Merkel, que destacou que tal exército deveria funcionar como um complemento à OTAN, mas foi criticada pelo chefe de Estado norte-americano, Donald Trump. 

Recentemente, o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte, Jens Stoltenberg, reforçou o discurso de que a estratégia de defesa da União Europeia não deve competir com a da aliança militar. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала