Cadáver de croata sumida há 18 anos estaria todo esse tempo no congelador da irmã

Nos siga noTelegram
Uma jovem desapareceu no ano de 2000, aos 23 anos; sua família só denunciou o desaparecimento cinco anos depois. Tudo indica que o corpo encontrado no sábado (16) seja da croata Jasmina Dominic.

Antes de desaparecer, Jasmina estudava na capital croata, Zagreb, e teria avisado que iria trabalhar em um cruzeiro e morar em Paris. O desaparecimento da menina foi denunciado à polícia apenas cinco anos depois.

No sábado, a polícia da cidade de Mala Subotica encontrou um corpo dentro do congelador em uma casa, onde atualmente moram a irmã Smiljana da jovem desaparecida, o marido dela e seus três filhos. A imprensa local escreveu que o cadáver foi encontrado pelo marido de Smiljana que, ao sentir um odor desagradável vindo de um congelador que começou a descongelar, resolveu abri-lo.

Policial polonês, (foto do arquivo) - Sputnik Brasil
Família polonesa matou 4 bebês sufocados e escondeu corpos em fogão
Embora a identidade do cadáver ainda não tenha sido revelada pelas autoridades, a imprensa local acredita ser de Jasmina Dominic, que morava na mesma casa e desapareceu em 2000, aos 23 anos.

"Presumimos que o corpo encontrado no congelador é o de uma mulher nascida em 1977 e cujo desaparecimento foi relatado em 16 de agosto de 2005", disse o porta-voz da polícia regional, Nenad Risak, à AFP.

Detetives estimam se tratar de assassinato, embora ainda estejam aguardando os resultados da autópsia para conclusões finais. Durante investigação, na noite de sábado, em Mala Subotica foi presa uma mulher de 45 anos. Embora a polícia tenha recusado revelar a identidade da mulher presa, a mídia local acredita ser a irmã da vítima.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала