Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rússia aperfeiçoa seu sistema de alerta precoce contra lançamentos de mísseis

© Sputnik / Aleksandr Yuriev / Abrir o banco de imagensEstação de radar Voronezh-SM
Estação de radar Voronezh-SM - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Rússia completou a reconfiguração do seu sistema de alerta antimíssil terrestre e corrigiu todas as brechas de cobertura deixadas após o colapso da União Soviética, declarou o vice-chefe da Força Aeroespacial da Rússia, major-general Igor Morozov.

"O governo do país e o Ministério da Defesa têm prestado a maior atenção nos últimos tempos a esse sistema estratégico. Nós conseguimos na prática completar a sua modernização", anunciou Morozov ao falar na rádio Ekho Moskvy.

Segundo ele, no ano passado a Rússia pôs em ação três novas estações de radar de alerta precoce, em Yeniseysk, Barnaul e Orsk. Foi criado um campo contínuo de cobertura, no qual anteriormente havia brechas, já que uma parte dos meios foi deixada nas antigas repúblicas da URSS. O oficial afirmou que uma parte do sistema foi liquidada a pedido desses países, por isso a Rússia se vê obrigada a reconstituir o sistema de novo.

Lançamento de um míssil dos EUA - Sputnik Brasil
Saída americana do Tratado INF ameaça estabilidade global, avisa chancelaria russa
Morozov ressaltou que ainda é necessário acabar algum trabalho pouco significativo de substituição de radares obsoletos em uma série de estações, o que levará cerca de 3 anos. Entretanto, o aperfeiçoamento dos algoritmos matemáticos de processamento de dados continuará permanentemente, acrescentou.

O general assinalou que o sistema se torna cada vez mais necessário no contexto da saída dos EUA do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF).

No dia 2 de fevereiro, os EUA suspenderam suas obrigações decorrentes do Tratado INF, assinado em 1987 com a então União Soviética e que proíbe os mísseis balísticos e de cruzeiro com alcance entre 500 e 5.500 quilômetros.

Moscou, por sua vez, anunciou que suspende igualmente a sua permanência do tratado e começa a desenvolver um míssil hipersônico, deixando claro que, além de não querer se envolver na corrida armamentista, também manterá suas propostas de desarmamento e esperará até que os EUA estejam prontos para negociações.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала